Mordomia Sistemática

Desde 1859, os Adventistas do Sétimo Dia começaram a ter uma melhor compreensão da questão da mordomia e da oferta sistemática. No entanto não foi nessa mesma época que sentiram a sua responsabilidade diante de Deus com respeito à devolução do dízimo, a décima parte dos rendimentos auferidos, e a necessidade de ofertas sistemáticas.

Só em 1879 é que o conceito mais amplo de oferta sistemática passou a fazer parte dos meios de sustento das igrejas e várias instituições da denominação. A generalização deste conceito bíblico, baseado nas ofertas alçadas que o povo de Deus trazia diante do Senhor, muito contribuiu para o crescimento e desenvolvimento espiritual, e o espírito de missão do adventismo no mundo.

 A devolução do dízimo e o apoio à obra de Deus através de ofertas sistemáticas, passou a ser entendido, não apenas como um meio de obter receita através da recolha de fundos, mas como um meio de Deus desenvolver e aperfeiçoar o caráter do doador.

É com base nesta certeza que cada filho de Deus é convidado a devolver os dízimos ao Senhor e contribuir generosamente com as suas ofertas de forma sistemática e não meramente por impulso ou identificação com determinados projetos.